INFORMATIVOS E REPORTAGENS

CONGELADOS MAIS NUTRITIVOS
Será que colocar os vegetais no freezer preserva melhor as vitaminas? Por Francine Lima

 Quem enche a gaveta da geladeira de verduras, legumes e frutas deve acreditar que está garantindo para si mesmo uma dieta rica em vitaminas e sais minerais. Pode até ser, mas isso nem sempre é verdade. Segundo um estudo encomendado por uma empresa estadunidense de alimentos vegetais congelados, a BirdsEye, verduras e legumes vindos do freezer podem ser mais nutritivos do que os frescos.
 
É claro que não se trata de qualquer fresco nem de qualquer congelado. Fresco, aqui, é meramente o alimento in natura, não necessariamente recém-colhido. O estudo mostrou que há alimentos que chegam à casa do consumidor duas semanas depois da colheita. Durante esse tempo, no caminho entre as plantações, as estradas e a distribuição, há uma perda significativa de vitaminas.
 
Constatou-se que, em 16 dias, a vagem perde 45% de seus nutrientes; o brócolis e a couve-flor perdem 25%; a cenoura e as ervilhas perdem 10%. Dependendo do tempo que esses alimentos permanecem na geladeira doméstica aguardando a hora do preparo, essa perda pode ser ainda maior. Assim, a gaveta do refrigerador pode acabar ficando cheia de matéria orgânica inútil.
 
A conclusão do estudo (...) é que congelar os vegetais pouco tempo depois de colhidos, portanto muito antes de chegarem à geladeira do consumidor, é uma forma de preservar a maior parte dos nutrientes.
 
É bom ressaltar que o congelamento não torna os nutrientes eternos. Outros estudos já avaliaram a perda de nutrientes em alimentos congelados, e foi constatado que as perdas dependem de como os alimentos foram processados antes do congelamento. (...)

Revista Época

Voltar

 
 
  Av. dos Autonomistas, nº 896, Sala 2804, 28º Andar
Torre Santorini, Vila Yara, Osasco - SP / Brasil
CEP: 06020-010
Tel: (11) 2171-6666 | E-mail: sac@nutriz.com.br
    Desenvolvimento: Interpágina